quinta-feira, junho 25, 2009

Two days before the day after tomorrow




De volta a escrita antiga.

Se estou de volta à escrita antiga, aqueles que já conhecem a dita “antiga escrita” sabem, portanto, que o que vou escrever em nada tem a haver com o titulo que da nome a este post...

Na verdade vou descrever-vos da forma mais simples possível, a minha mais recente teoria para que, tu que me lês, a possas entender.
E se no fim não entenderes patavina do que escrevi, não te assustes nem te menosprezes, pois acabas de descobrir que fazes parte da imensidão de gente com quem partilhas este espaço a que nós humanos gostamos de chamar de Terra… simplificando, és comum como todos os outros e não fazes parte da pequena excepção capaz de compreender coisas tão simples como o porquê do norte estar a norte e não o sul, o porquê da cor amarela se chamar amarelo, ou mesmo se o nome “laranja” veio primeiro do fruto ou da cor (ex. basico: “cor-de-laranja ou laranja”).

Aqui está uma foto de uma laranja tirada a preto e branco.



Agora digam-me: a laranja é laranja por ser cor-de-laranja ou a cor-de-laranja é laranja por causa da laranja?

Mas…
não é do assunto laranja ou cor-de-laranja que vos quero falar.
Desta vez estou aqui para vos desvendar um segredo que irá abanar com os alicerces da humanidade em si.
Temo que o mundo não esteja pronto para a informação que vou desvendar. Mas terão que subsistir, a humanidade terá de prevalecer, adaptar-se há mudança, tal qual como na era em que Prometeu trouxe o fogo para aos primeiros Sapiens.
Muitos não sobreviverão, não vão aguentar, mas a esperança está nos que irão ultrapassar o segredo.

Mundo:

O verde…

Não é verde, de facto… não existe, o que existe é uma junção da cor ciano (que é uma espécie de azul) com o amarelo.
Agora tirem as vossas conclusões e tentem viver com isso no vosso dia-a-dia.

A relva, a Irlanda, as folhas das árvores, a alface que está em nossas casas, o Sporting, o partido “os verdes”, pessoas com olhos verdes (sempre desconfiei destes), as tartarugas ninja, o caldo… verde, o incrível Hulk, o absinto (talvez o absinto passe), a Kriptonyte e até mesmo a banda Norte Americana Green Day… não existem,
Nada disto existe… são apenas uma junção de vários factores… nomeadamente

O ciano e o amarelo…

Agora tentem viver

Kiss kiss bang bang

4 comentários:

apleman disse...

Pois ficai a saber que o vermelho tambem não existe, existe sim o magenta...

Ah se é cor de laranaja é obvio que o que veio 1º né??

Pedro o Galinha disse...

o MAGENTA É DE FACTO.... VERMELHO

Sininho disse...

olha lá o k que é k tu tens contra as pessoas de olhos verdes?

E já agr ficas a saber que é essa mesma junção que dá ao verde o seu encanto

Pedro o Galinha disse...

olha sininho

ciano não é cor nem é nada é ciano... so pelo nome axo k isso ker dizer tudo

e amarelo é a cor da fome

k encanto é k o verde pode ter?

eu respondo:

nenhum