segunda-feira, maio 25, 2009

Doutores e Drs!!!


Se há coisa que na minha opinião nos continua a distinguir dos países chamados desenvolvidos é a nossa estupidez de continuarmos a chamar a um simples licenciado de Doutor, pior é quando o simples licenciado se Auto - Intitula de Doutor e exige aos outros que assim o tratem.
Ao expor esta minha opinião alguns licenciados conhecidos, tive varias reacções uns que são conscientes e tem os pés no chão dão me toda a razão quando digo que um Doutor é alguém que após ter terminado uma licenciatura, tirou um mestrado e terminado o mestrado tirou o Doutoramento, alguns vêem com a teoria de que esses que acabei de falar são professores doutores e que os licenciados são Drs., ou seja não Doutores são simplesmente Drs., eu que devo ser ignorante nesta matéria sempre pensei que Dr. era diminutivo de Doutor, isto deve ser algo que só deve ser ensinado na faculdade. Visto que não gosto de ser ignorante fui pesquisar e na famosa Wikipedia encontrei este artigo:

“Graus académicos em Portugal
O sistema de graus académicos do ensino superior em Portugal, foi reorganizado, em 2006, de modo a corresponder ao definido pela Declaração de Bolonha. Esta declaração tem como objectivo a unificação dos sistemas de graus em todos os países da Europa.
Em grande parte das instituições de ensino superior portuguesas, a reorganização dos graus, consistiu na alteração da denominação dos cursos e em outros ajustes mínimos. Os "bacharelatos" passaram a denominar-se "licenciaturas" e as antigas "licenciaturas" passaram a "mestrados".
Nível de graduação Número médio de
anos de estudo
para a obtenção do grau Graus pré-Bolonha Graus pós-Bolonha Ciclos
de acordo com o definido
na Declaração de Bolonha

Pós-graduação (nível superior) 9 anos Doutor
Doutor
3º ciclo
Pós-graduação (nível inferior) 7 anos Mestre (1)
- -
Graduação (nível superior) 5 anos Licenciado (2) Mestre (2)
2º ciclo
Graduação (nível inferior) 3 anos Bacharel
Licenciado
1º ciclo

(1) Grau introduzido, apenas, em 1982.
(2) Os graus de licenciado (pré-Bolonha) ou mestre (pós-Bolonha), podem ser obtidos em duas etapas (pré-Bolonha: bacharelato + licenciatura; pós-Bolonha: licenciatura + mestrado) ou em cursos integrados de uma única etapa de cinco anos

Graduação e pós-graduação
É frequente distinguir dois níveis nos graus académicos: o nível de graduação e o nível de pós-graduação. Esta distinção tem mostrado algumas ambiguidades na sua aplicação.
Antes da reorganização decorrente do Processo de Bolonha consideravam-se dois níveis de pós-Graduação: Doutoramento (nível superior) e Mestrado (nível inferior). Igualmente se consideravam dois níveis de graduação: Licenciatura (nível superior) e Bacharelato (nível inferior).
Depois do Processo de Bolonha, a situação tornou-se mais ambigua no que diz respeito ao novo mestrado (correspondente à antiga licenciatura). Este grau, apesar de, na maioria das situações ser considerada pós-graduação, é considerada o nível mínimo de graduação para acesso a determinadas profissões: médicos, engenheiros, advogados, etc...”.


Estranho neste artigo não vi referencia nenhuma ao facto dos licenciados serem apelidados de Drs. ou ao facto de os Doutores serem apelidados de Professores Doutores, vou voltar a ler para ver se encontro isso... Nah após a segunda leitura continua sem encontrar essa referencia.
Espero ter elucidado os ditos Drs. que por ai andam, sendo que na minha opinião isto apenas se trata de um caso de afirmação/frustração.

Devo informar que vou tentar entrar na faculdade este ano se por acaso conseguir entrar e por consequente terminar o curso altero o meu nick de Apleman, para Dr. Apleman, só para me diferenciar dos não licenciados.....

Sem mais de momento,

Screw the Doctors!!! I’m going home!!!

3 comentários:

escarlate.due disse...

deixa lá ler 2ª vez a ver se apanho a problemática...
acho que afinal é melhor ler 3ª vez...
será melhor uma 4ª vez?...

Maçãzita, acho que encontrei o cerne da questão, ora vê lá se consegues apanhá-la:
o bacharel A terminou o curso a escrever "fostes"
o licenciado B terminou o curso a escrever "aprendestes"
o mestre C terminou o curso a escrever "pagastes"
enquanto o doutorado D terminou o curso a escrever "trocastes"

um dia o bacharel A foi fazer uma licenciatura e aprendeu a escrever "aprendestes" entretanto o licenciado B que foi fazer o mestrado já sabia escrever "pagastes", o mestrado C fez o doutoramento e começou a escrever “trocastes” e o doutorado que já não sabia o que fazer à vidinha olhou para ti, futuro dr (abreviatura de doutor) e perguntou-te (nalguns casos é perguntoute): “fostes” para a universidade, não “aprendestes” nada, mas “pagastes” as propinas, “trocastes” o teu nome por dr… então maçãzinha promovo-te (que na maioria dos casos é promovote) a dr e passas a leccionar as aulas que eu dou (mentira!! é vender porque nenhum as dá de borla!!) e eu passo a ser sr (abreviatura de senhor) prof. (abreviatura de professor) dr (abreviatura de doutor)

a história é estúpida? Não mais do que essa treta toda!!!



(com todo o respeito que tenho por bacharéis, licenciados, mestrados, doutorados e por qualquer outra pessoa com 1 mínimo de neurónios saudáveis)

Pedro o Galinha disse...

olhem... apartir de agora quero k me tratem por Sr. Dr. Pedro Fonseca Soares. afinal ja andei na universidade.... apesar de não ter feito la praticamente nada



mas andei.

morski pas disse...

Podiamos criar siglas, abreviaturas ou lá como se chama isso, aos que frequentaram mas não acabaram os estudos universitários!!!!
É um facto, andou-se por lá tal como os outros...o problema foi não ter paciência para acabar...ou a falta de dinheiro...etc...
Que tal : " Bom dia quase Srª Drª Bea, como vai?"
hãaa, não fica bem????
Olá quase Sr. Doutor Juiz, como está a familia?"
"Oh quase Sr. engenheiro (....lembra-me de algo esta!!!)então???paga um copito???aceita umas burlas???" eheheheh