quarta-feira, abril 08, 2009

O desvendar de um mito (?)

Ora então meus caros seguidores deste blog, aqui venho eu expôr a minha primeira alucinação.



Muitos já se questionaram, e até me perguntam várias vezes, se de facto este belo país onde eu me encontro de momento, para quem não sabe estou na Noruega, é de facto recheado de gaijas boas, as verdadeiras louras, gostosas e tudo mais.

Ora então eu venho aqui confirmar, baseado na minha própria observação dos factos, que a percentagem de gaijas boas é de facto mais elevada que, por exemplo, em Portugal, apesar da população deste país chegar sensivelmente a pouco mais de metade da população portuguesa e estar concentrada em poucas cidades de um país em que as suas dimensões, em comparação com a nossa pequena "tuga", são cerca de 10 vezes maiores. Ora isto gera um aglomeramento de gaijas (boas) bastante grande nos poucos sitíos habitados nesta montanha gigantesca de neve, frio e bastante mau tempo. Serão os ares da montanha que as torna assim? Quem sabe....

E concerteza muitos estão neste momento a perguntar-se a si próprios, "ah e então as loiras ai são todas loiras verdadeiras, originais??". A resposta é, de facto, NÃO meus caros amigos. Esse mito é gerado pelas marcas produtoras de tintas coloridas que patrocinam esta falsidade e que destroiem desta forma os desejos e sonhos do homem latino. Existem no entanto loiras verdadeiras (e boas como eu sei lá o quê) mas numa escala bastante mais reduzida do que aquilo que por ai se acredita.Ora uma pessoa depois de constatar que todos os nossos sonhos e desejos de vir ao norte da Europa para provar desta fruta que muitos consideram tão especial e até se geram ideais em relação a mulher perfeita, e para muitos essa seria uma nórdica, alta, loira e gostosa, mas tudo vai por água abaixo quando nos deparamos com tal falsidade. Quando eu constatei a tremenda verdade de que são apenas mulheres normais, e não as deusas em que eu acreditava, senti-me como uma criança quando, numa noite de Natal, olha e vê, depara-se com o terror de que não existem presentes nenhuns debaixo da árvore, e fica triste, e de coração partido...

Ora então desvendado este mito, eu me despeço e deixo aqui algo para voçês ponderarem...será que outro dos grandes mitos nórdicos, o de que as mulheres são mais "open-minded" que em Portugal, é também falso ou será que é isso que torna estas vikings deliciosas especiais?

hummmm....

I´m rocknrolling!!!

4 comentários:

Pedro o Galinha disse...

EM GRANDEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE !!!!

AH AH AH AH AH ...

esclarece-nos... és um espião infiltrado do macho latino..


ui ui ... kero sABER MAIS... MAS DE FACTO TENHO MESMO KUASE A CERTEZA K ELAS AÍ NO nORTE SÃO MAIS OPEN MINDED K AKI...


a ver vamos... aguardo pelos proximos episodios

ricardo pimentel disse...

a 2ª desilusão que faz parte da vivência de um macho (latino).

a 1ª é de facto, e ainda, que o Pai Natal não existe.

é triste saber essas verdades que doem mesmo muito.

abraços,

o gajo

escarlate.due disse...

ahahahahahhah
os gajos são tão ingenuos balhamedeusemaisossantinhostodos

então o sr não sabe que loiras mesmo loiras geneticamente loiras só mesmo as tias de cascais???!!!

e é melhor avisar que o mito do open mind também é mesmo só mito :P
portanto resta-lhe curtir o país que convenhamos é um espectáculo

NunoSioux disse...

Epah manda-nos uns exemplares desmontados que nós aqui montamos isso1!!!!!!!!!!!! Ou tu tás a tratar disso por ai????