quarta-feira, fevereiro 25, 2009

A Crise


O semanário da algueirosa velha:

A greve das cáries dentárias

ALARME…
é a palavra que mais faz sentido no “lugar do ulmejo” – freguesia da Alpedrinha de Baixo.
Fonte segura, confirmou ao “semanário”, que a produção de batata velha de toda a freguesia está de novo em risco.
Sr. Etelvino Emanuel Ernesto Estrada encontra-se novamente incapacitado de desempenhar as suas funções como o maior produtor de batata velha da região. O motivo, teme-se, que seja bem mais grave que o torcicolo que afectou o Sr. Estrada no ano transacto… desta vez, é uma dor de dentes fulminante que afecta o pobre homem.
Na ânsia de procurar explicações para o facto do Sr. Estrada não solucionar devidamente o problema com uma ida ao dentista, o “semanário” falou com a Sra. Esmeralda Estrela Eunuca Estrada (esposa do miserável que não pôde falar devido á dor)

(semanário) – Sra. Estrada, explicite-nos por favor o porquê desta situação permanecer ao invés de ser resolvida com uma ida ao dentista.

(Esmeralda Estrada) – espli%& quê?? vocês do jornal são é uns cab… do car… que não me deixam em paz fod.-.., vão mas é para o car… que eu tenho mais que fazer. Pu.. que vos pariu.

(semanário) – ao que parece a Sra. Estrada continua a praguejar muito. Oh Sra. Estrada nós na verdade só queremos saber porque é que o seu homem não vai ao dentista para poder ir trabalhar.

(Esmeralda Estrada) – ele que morra mas é… e de uma vez por todas, que o filha da pu.. so traz é desgraças. Maldita hora em que fui casar com este corno. NÃO VAMOS AO DENTISTA PORQUE NÃO HÁ DINHEIRO… dentistas chulos de mer.. ainda por cima não é só um dente, é a boca toda que o cab… tem fod… não é que as pu… das cáries dele fizeram greve também!!!

(semanário) – desculpe… a Sra. disse que as cáries do Sr. Estrada fizeram greve?

(Esmaralda Estrada) – foi o que eu disse ou não foi? É da crise… para poupar, agora não se come doces e, assim já não se lava os dentes nem se vai ao dentista, mas, ao que parece a crise também afectou as cáries, que agora estão em greve e não saem por nada deste mundo, são é cada vez mais.

(semanário) – á Sra. Estraada por acaso não ocorreu que a origem dessas caries esteja precisamente no facto de não lavarem os dentes?

(Esmeralda Estrada) – não… porque haveria de pensar isso? Se não comemos doces… pah foi o que o Evaristo me disse.

(semanário) – o Evaristo Edilberto Éguas? O endireita?
(Esmeralda Estrada) – agora ele é estomat#& gista ou como ele diz… dos dentes.

(semanário) – outra vez não… Sra. Estrada aqui tem dois cartões o primeiro do Sr. Eduardo Elmano Euclides (G.N.R da Algueirosa Velha, “freguesia vizinha”) o segundo do Sr. Edgar Elpídio Eleutério (estomatologista).

A crise, de que tanto se fala, parece que chegou a toda a indústria dentária… culminando com: a greve das cáries dentárias.

Reportagem de: Eugénio Evandro Ezequiel.

4 comentários:

Sininho disse...

tens alguma razao especial para que os nomes começem todos por E?
que irritante

NunoSioux disse...

Pah não consigo deixar de achar este tão genial quanto o outro!!!!

he he he he he he he he he he he

Mesmo cortado e C#")"$(($"("(!!!!

Pedro o Galinha disse...

olha a cena da letra "E"!!!

se há razão especial?... há.

Jota disse...

Enquanto lia interrogava-me, mas que raio de diarreia cerebral havia de dar ao Shô Pedro Galinha?

kakakakakakakakakaka...

Adorei a sr esposa Eununca Estrada...

A do "E", é isso!!!
São cenas!!!

Kiss kiss