domingo, outubro 21, 2007

Vida adiada...

Nos tempos que vivemos adiamos quase sempre as coisas que mais gostaríamos de fazer...
E conseguimos a maior parte das vezes arranjar desculpas convincentes para nos enganar-mos a nós próprios...


A maior parte dos meus amigos tem mais ou menos a minha idade e como eu, quase nunca faz nada para evitar a rotina e fazer algo diferente algo que realmente gostaríamos de fazer... Ou é falta de tempo ou falta de dinheiro ou falta de companhia e outros motivos idiotas...

Por vezes até conseguimos fazer algo de diferente, qualquer coisa, não muito especial, mas que serve para quebrar a rotina de dias, semanas e meses sempre iguais iguais. Nessas altura chegamos sempre á conclusão que deveríamos repetir aquela experiência mais vezes. Porém algum tempo depois voltamos ao mesmo:

- Epá agora não dá, nos fim do mês vamos lá !

- Epá eu até ia mas não tenho tempo, tenho umas merdas para fazer !

-Epá eu até ia mas ninguém quer ir comigo !

A verdade é que a vida nos está a passar ao lado e provavelmente isso vai acontecer sem que tenhamos vivido uma grande aventura ou como costuma dizer o Paulo Coelho sem que tenhamos perseguido a nossa lenda pessoal.

A maior parte das vezes a mudança traz medo, seja uma mudança a nível profissional ou a nível pessoal.

Temos medo de perseguir os nossos sonhos e por isso passamos a vida a inventar desculpas para não ir, não fazer, não viver.

Um dia destes vamos acordar e vamos ter 60 anos e não vamos ter histórias para contar aos amigos no café onde vamos passar o resto do nosso tempo á espera de morrer.

Tudo isto porque não tivemos força para nos libertar de uma força que nos faz ficar a sonhar e ficar presos a esta rotina, ao nosso emprego e ao conforto de uma vida programada e quase sem variáveis fora do nosso controlo...

Não costumo pensar muito na velhice até porque acho que vou ter tempo suficiente para pensar nisso quando lá chegar.

Espero conseguir arranjar força para me levar a mim e aos meus amigos na nossa grande aventura, mesmo que esta seja vivida em casa de um de nós ou no bar da esquina...

5 comentários:

Pedro o Galinha disse...

Não podia estar mais de acordo contigo... o k no fundo é lamentável..


considero este post muito pessoal (dirigido a nós)... considero-o por isso um dos melhores do blog.

NunoSioux disse...

Muito bem João, muito bem...
Tanto tenho a dizer sobre isso...
Tantas vezes nesta vida marquei passo, adiando dia após dia o meu futuro...Tantos os abraços que ficaram por dar, as lágrimas que deviam ter caído mas ficaram retidas no goto... Até que um dia... naquele dia tudo o que de mal cultivei com carinho durante estes anos me caíu em cima... Só posso culpar:
A preguiça
O conformismo
O deixa andar...

Agora é tempo de parar, de construir, paredes sólidas e uma nova estrada, para seguir um caminho....

Estou longe de quem maís amo...
Mas já mais vos esquecerei...

Uma coisa vos garanto meus amigos...

Um dia vou voltar....
UM DIA ESTAREI DE VOLTA...
E nesse dia vou gritar... Deus como vou gritar...

Adeus que me vou embora, adeus que embora vou... Vou daqui para a minha terra, que desta terra não sou...

Um abraço...

Plum disse...

Correr sempre de encontro aos nossos sonhos, sem medo!Sem medo de mudanças, sem medo do que estará à nossa espera!
Gostei bastante do teu post!
Abraços!***

Burns the Kid disse...

Envelhecer... até a palavra me mete arrepios. Viver uma vida inteira à sombra do nosso suposto potencial. Chegar a velho e os anos todos de experiencias serem logrados pelo gozo dos mais novos e pelo desprezo dos politicos. Yep! envelhecer rules...

CAT disse...

Oh joaozinho!
que te anda a atormentar essa cabeçinha? não sabia desta tua veia para escrita: acredita que anima esta alma esterrada por terras algarvias......!
Acho (se me permites achar!) que esse tal comodismo e deixa andar ainda te vai levar a que percas boas coisas da vida e outras tão boas que terás dentro de ti!
Um beijinho
CAT