quarta-feira, janeiro 10, 2007

Drogas - As melhores amigas do Homem!


Se até os políticos e/ou as bestas cultivam entre si algumas formas de amizade, a pessoa normal que é um dos animais mais necessitados de diálogo, compreensão moral e amparo psicológico, não poderia deixar de ser também um cultivador desse tipo de relacionamento.

Tanto é assim que há várias formas de amizade e um dos filósofos que as estudaram, o grande Ernulphus, levantou a tese segundo a qual elas se dividem em três categorias:

* As amizades zoológicas
* As amizades antropológicas
* As amizades teofísicas

A principal característica da amizade zoológica é a inexistêcia da conversação inteligente. Esta forma de amizade não pressupõe divisão de problemas, mas sim, no dizer de Ernulphus, "a inteira submissão de um interlocutor ao outro". É o que acontece nos relacionamentos com cães, gatos, hamsters e, ultimamente, iguanas.

Já a amizade ordinária (antropológica) vem quando uma parcela de pessoas supera seu estágio intelectual mais primitivo e sente necessidade de dividir as suas experiências com um semelhante. Essa amizade costuma ser a mais freqüente nas nossas vidas, mas também é frustrante em diversos aspectos. A principal decepção vem quando a pessoa se dá conta de que o seu parceiro de conversa é tão egoísta, ansioso, impaciente e irritável quanto ele. Nessa forma de amizade ainda não há um verdadeiro intercâmbio e o ouvir é apenas a espera burocrática pelo momento de falar.

O ser humano é assim mesmo: a lepra do vizinho é sempre menos grave do que o nosso pelo encravado.

Não é o que ocorre com as amizades teofísicas. Esta é a mais profunda forma de amizade e, segundo Ernulphus, é a que mantemos com os objetos inanimados. Para o sábio romano, o Homem somente deixa de ter uma visão utilitária da amizade quando se relaciona com algo que seja diferente dele em natureza, forma e substância. Por isso o objeto inanimado é, segundo ele, o ouvinte perfeito, o confessor sereno, o conselheiro desapaixonado.

Mas de entre todos os objetos qual será o mais perfeito amigo? Há várias opções. Tio Patinhas venerava a sua moeda número um, há homens que conversam apenas com seu cachimbo e já vi mulheres que só conseguem entendimento existencial com cartões de crédito. Porém, após profunda análise do ser humano e das suas maneiras, cheguei à conclusão sobre qual é o companheiro ideal.

As drogas (incluindo alcool e afins)! Estas substancias são as mais perfeitas dos amigos. Alguns dirão que as drogas não são companhia e muito menos uma amizade. Mas estes não entendem que as drogas não conversam por palavras, mas sim através de sua própria seiva e, sendo assim, dão-se ao diálogo mais do que qualquer um.

A simples observação das reações de uma pessoa depois de alguns minutos de conversa com drogas prova a minha tese. A pessoa vai relaxando, os pés tornam-se mais leves e ele passa a caminhar como se estivesse a andar sobre nuvens. A fala torna-se mais lenta e o individuo "despe-se" das convenções morais, ficando propenso a dizer o que sente e o que pensa. E, por fim, o diálogo mostra-se tão proveitoso que o individuo acaba por relaxar, seja numa cadeira, debruçado numa sanita, ou estendido no chão.

Aqui quero tão somente provar que elas (as drogas), e não os cães ou as outras pessoas, são os nossos melhores amigos.

Um brinde às drogas!

7 comentários:

NunoSioux disse...

axo que deves de mudar de marca de tabaco, com algum grau de urgência!! Não fumas? há então deves mudar de marca de cerveja!

Não te sei precisar mas algum dos teus "amigos" deve andar meio marado!!!

Mas... Até concordo que por vezes são boa companhia!
Não há nada melhor que acordar com a cabeça enfiada na sanita e pensar: Bela noite de amizade!!

Se beber for uma amizade, o que será então, beber fumar e meter uns fuminhos na carola? Um bacanal?

Pedro o Galinha disse...

Um post digno de página de jornal para culto ler.
Muito bom mesmo, embora não concorde totalmente. O homem é um animal social, necessita de viver em sociedade. Se só dependesse de drogas, passava a ser só "animal". Olha o Pessoa, e o Camões, e a maioria dos grandes génios dopados... animais

apleman disse...

tou sem palavras para tanta genialidade!!!

JMEXIA disse...

Bom !!! Para quando um post ao contrario ? Fica bem

Sandrita disse...

Embora não concorde contigo em vários aspectos que não interessa agora nomear, adorei o teu post! Realmente tenho k concordar com o nosso amigo Sioux tu és um "génio pouco genial", no bom sentido claro! Devias aproveitar melhor as tuas capacidades! O post está mesmo muito bom! Beijo

O Corvo ( duas rastas ) disse...

Aiiii..... chuif chuif...

Bonito e comovente. Só falta um video com todos a dizerem o alfabeto grego ao contrário..


=)

room777 disse...

Podem ser uma boa companhia, mas também nos prejudicam, basicamente é como um amigo, que temos de dar alguma parte de nós...como tudo n é? É engraçado de ver as coisas assim...A heroína, então é uma grande amiga ne? A melhor d todas lool, e para podermos tar cm ela..Damos quase a nossa vida.. O outro também queria um amigo que lhe ajudasse a subir na vida e teve que dar outras coisas ao CC..é lixado..mas Enfim, há certas coisas que mais vale conseguirmos por nós proprios. Fazermos as coisas sozinhos! Embora ache que as pessoas precisem de drogas, seja ela o alcool, o café, etc..precisamos sp de qq coisa penso eu..Pelo menos no meu caso :\. Ando à procura de algo que nao faça tanto mal, que seja simbolico, e barato :P lool.